Náutico tem a maior invencibilidade do Brasil em 2019

Postado em 20 de Março de 2019

 Filipe Assis /Diario de Pernambuco Yago Mendes /Especial para o Diario

 

Dia 30 de janeiro. Vindo de uma derrota por 3 a 1 para o Sport na Ilha do Retiro, o Náutico voltava a campo. Após um mau início de Estadual e de Nordestão, vencer o Petrolina no Pernambucano era fundamental para afastar a crise, que já batia à porta e ameaçava o cargo do técnico Márcio Goiano. E o Timbu não decepcionou. Goleou o time sertanejo por 5 a 0 nos Aflitos. Desde então, não perdeu mais. Nos últimos 13 jogos que disputou, ganhou oito e empatou cinco. A invencibilidade do Alvirrubro é a maior do país entre os times das Séries A, B e C do Campeonato Brasileiro.

As duas equipes que tinham séries invictas maior ou igual à do Náutico perderam neste fim semana. O Vasco, que não era derrotado há 13 jogos, perdeu por 2 a 0 para a Cabofriense pelo Campeonato Carioca. O Goiás, que estava empatado com o Timbu com 12 jogos invicto, caiu diante do Atlético-GO (2 a 1 pelo Campeonato Goiano). 

A equipe que mais se aproxima do Alvirrubro no momento é o Cruzeiro, que está invicto há 11 jogos. Mas neste caso é preciso fazer uma ressalva. Além do fato de ter uma partida na Libertadores entre as 11 de invencibilidade, a Raposa ainda não perdeu no ano. Paysandu e Atlético-AC são os outros dois times entre todos das Séries A, B e C do Brasileiro que ainda não perderam em 2019. Mas ambos sustentam invencibilidades inferiores: oito jogos, no caso do Papão, e seis, no caso do Atlético-AC. Até o Globo-RN, futuro adversário de Náutico e Santa Cruz na Série C, que não era derrotado há 11 jogos, neste fim de semana sofreu um revés de 2 a 1 para o Potiguar de Mossoró.

Voltando ao Náutico, a sequência invicta de 13 jogos fez o time ressurgir na Copa do Nordeste, alcançando o G4 a duas rodadas do fim da primeira fase. No Pernambucano, após começar com duas derrotas seguidas, o Timbu terminou a primeira fase na vice-liderança. Já na Copa do Brasil, o Alvirrubro se despediu invicto, empatando em 1 a 1 os dois jogos que disputou, contra Imperatriz e Santa Cruz, sendo eliminado pelo Tricolor na disputa por pênaltis (4 a 2).

A série invicta do Náutico será colocada à prova de novo na próxima quarta-feira, quando a equipe enfrenta o Vitória, nos Aflitos, às 21h30, pelas quartas de final do Campeonato Pernambucano. Precisa apenas de um empate para avançar à semifinal. Para não ser surpreendido, o Timbu conta com a força do Eládio de Barros Carvalho. Jogando em casa, o time só perdeu uma vez no ano. Foi para o Fortaleza, por 3 a 1, no dia 15 de janeiro, estreia do time na temporada.

A invencibilidade

8 vitórias
5 empates
25 gols marcados
1,92 gol marcado por jogo
10 gols sofridos
0,77 gol sofrido por jogo

A sequência invicta

17/3
Campeonato Pernambucano
Náutico 0 x 0 Santa Cruz

14/3
Copa do Nordeste
CRB 1 x 2 Náutico

10/3
Campeonato Pernambucano
América 0 x 1 Náutico

7/3
Copa do Nordeste
Náutico 2 x 1 Sampaio Corrêa

27/2
Campeonato Pernambucano
Náutico 1 x 0 Salgueiro

24/2
Campeonato Pernambucano
Afogados 1 x 3 Náutico

20/2
Copa do Brasil
Santa Cruz 1 x 1 Náutico (4 a 2)

16/2
Campeonato Pernambucano
Náutico 4 x 2 Flamengo

12/2
Copa do Brasil
Imperatriz 1 x 1 Náutico

9/2
Copa do Nordeste
Náutico 2 x 2 Santa Cruz

6/2
Campeonato Pernambucano
Náutico 2 x 0 Vitória

2/2
Copa do Nordeste
Salgueiro 1 x 1 Náutico

30/1
Campeonato Pernambucano
Náutico 5 x 0 Petrolina

O Náutico na temporada

17 jogos
9 vitórias
5 empates
3 derrotas

Copa do Nordeste
6 jogos
3 vitórias
2 empates
1 derrota

Pernambucano
9 jogos
6 vitórias
1 empate
2 derrotas

Copa do Brasil
2 jogos
2 empates
© 2019 Palmares Fest. Todos os direitos reservados