Manifestantes repudiam candidatura de Renan à presidência do Senado

Postado em 28 de Janeiro de 2019

Por: Ulysses Gadêlha FolhaPE

Vem Pra Rua realiza ato de repúdio contra Renan Calheiros
Vem Pra Rua realiza ato de repúdio contra Renan CalheirosFoto: Brenda Alcântara/Folha de Pernambuco

Manifestantes do movimento “Vem Pra Rua Recife” realizaram, no fim da manhã de domingo (27), um ato de repúdio à candidatura do senador Renan Calheiros (MDB) à presidência do Senado Federal. A mobilização, em tom carnavalesco, intitulada “Renan Não”, foi convidada pela página no Facebook do coletivo. Acompanhados de uma orquestra de frevo, cerca de 30 pessoas, vestidas de verde e amarelo, gritavam palavras de ordem e mostravam cartazes no semáforo defronte da Padaria Boa Viagem, na Zona Sul da capital pernambucana.

Os cartazes diziam “Se Renan for presidente do Senado, o Congresso será comandado por Lula de dentro da cadeia. Renan é PT” ou “Congressistas, apoiem o voto aberto”. No microfone, os mobilizadores justificavam que, com o voto aberto, “seria possível saber quem são os bandidos que votam no bandido”, em referência a Renan. A Avenida Boa Viagem tem sido, tradicionalmente, desde o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff (PT), o palco das manifestações com agenda anticorrupção e antipetista.

A coordenadora do Vem Pra Rua Recife, Maria Dulce Sampaio, afirma que a eleição de Renan é inaceitável, pois “Renan é a cara da corrupção, é a cara da velha política, dos conchavos, do balcão de negócios”. “Renan está indiciado em 14 processos junto ao Supremo Tribunal. E, uma vez indiciado, ele será o primeiro a tentar barrar a Lava Jato. Ele será um grande empecilho para que (Sérgio) Moro consiga o seu objetivo, que é criar leis para acabar com a corrupção e com a impunidade das autoridades”, explica a organizadora do ato.

Identificados com a agenda do Governo Bolsonaro, os manifestantes do Vem Pra Rua entendem que, em alguns casos, como na reeleição do presidente Rodrigo Maia (DEM), na Câmara, é possível fazer concessões. “Eu não sou muito a favor de Rodrigo Maia, não, mas diante de o presidente depender da aprovação do Congresso, ele realmente, ou o seu quadro, ou o seu interlocutor, ele tem que fazer algumas concessões, porque senão ele não conseguirá aprovar nada. Renan, para nós, é inegociável, porque Renan realmente representa a cara da corrupção”, argumenta Maria Dulce Sampaio.

© 2019 Palmares Fest. Todos os direitos reservados