Publicada em 02/09/2018 às 20h42.
Cinco postos são notificados durante fiscalização do Procon-PE
Foram visitados 11 postos, localizados nos bairros de Afogados, Parnamirim, Torre, Graças, Aflitos, Espinheiro, Rosarinho, Casa Amarela e Imbiribeira

Por: Portal FolhaPE 

Foram visitados 11 postos, localizados nos bairros de Afogados, Parnamirim, Torre, Graças, Aflitos, Espinheiro, Rosarinho, Casa Amarela e Imbiribeira
Foram visitados 11 postos, localizados nos bairros de Afogados, Parnamirim, Torre, Graças, Aflitos, Espinheiro, Rosarinho, Casa Amarela e ImbiribeiraFoto: Divulgação

Cinco postos de combustíveis foram notificados durante uma fiscalização iniciada no domingo (2) pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos e pelo Procon-PE, para que apresentem, no prazo de 24 horas, as notas fiscais dos dias 30 e 31 de agosto. Foram visitados 11 postos, localizados nos bairros de Afogados, Parnamirim, Torre, Graças, Aflitos, Espinheiro, Rosarinho, Casa Amarela e Imbiribeira durante a ação para verificar se os estabelecimentos estão cobrando preços abusivos após nota divulgada pela empresa PetroMega sobre a possibilidade de uma nova paralisação dos caminhoneiros. O trabalho será retomado na manhã desta segunda-feira (3).

Leia também:
PetroMega divulga retratação após comunicado com base em boato viralizar
Governo, Procon e Polícias farão blitze nos postos da RMR nesta segunda

No dia 31 de agosto, a Petrobras anunciou um aumento de 13% para o diesel e 1,54% para a gasolina. A secretária executiva de justiça e direito do consumidor, Mariana Pontual, explicou que será analisado quanto estava sendo cobrado antes e após o boato da greve. A partir daí será visto se o aumento está dentro do esperado ou se houve uma abusividade. Se for constatada a abusividade, o posto poderá ser multado ou até mesmo interditado. A multa varia de R$ 1.050 a R$ 9,5 milhões.

Pedro Eurico repudiou a atitude da rede de postos PetroMega e classificou a ação como “criminosa e leviana”, adiantando que os responsáveis pela empresa serão notificados. A rede de postos emitiu, no fim da tarde deste domingo (2), um comunicado oficial afirmando que não quis gerar qualquer tipo de transtorno entre seus clientes e seguidores.

Segundo a nota da PetroMega, o informativo postado "teve base em um comunicado liberado pela União dos Caminhoneiros do Brasil (UDC), dia 31 de agosto de 2018, onde os caminhoneiros teriam alertado para uma nova mobilização". "Lamentamos a quem interpretou de outra maneira o comunicado, mas nossa intenção foi a de sempre estar próximo de nosso cliente, mantendo o laço de comunicação de um grupo que sempre zelou por essa proximidade", diz a nota.

 

TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Artesanato
Artes de Pernambuco
artesanato
Copyright © 2018 Palmaresfest - todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Rodrigo TI
Copyright © 2018 Palmaresfest - todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Rodrigo TI