Publicada em 23/08/2018 às 00h10.
Sport volta a falhar, time perde para América-MG
Leão chega a dez jogos sem vencer e pode entrar na zona de rebaixamento

Peu Ricardo/DPRafael Moura comemora segundo gol que garantiu vitória do América-MG sobre o Sport
A cada rodada que passa, a realidade atormenta o Sport. Incapaz de reagir na Série A, mesmo com a troca de comando com a chegada de Eduardo Baptista, o time voltou a apresentar falhas cruciais na defesa  após ser melhor que o América-MG no primeiro tempo. O resultado foi mais um indigesto placar de 2 a 0, em plena Ilha do Retiro, nesta quarta-feira, em um duelo chave na luta contra a zona de rebaixamento. Agora, o jejum no Brasileiro já sobe para incríveis dez partidas sem vencer, com o time sendo vazado 20 vezes e marcando apenas seis. O desespero bate na porta.
Com os erros repetidos e sem força para reagir, o Leão, em 16º lugar, assistirá ao duelo entre Flamengo e Vitória, no Maracanã, nesta quinta-feira, apreensivo. Em caso de triunfo do time baiano, a equipe entrará na zona de queda. No outro jogo da rodada, o duelo entre Atlético-PR e Chapecoense, que também poderia empurrar o clube para o Z4, acabou adiado para o dia 13 de agosto. 

Primeiro tempo

No início da partida, porém, o Sport deu sinais de que estava mais disposto. Como havia trabalhado, Eduardo Baptista cobrou e o time marcou o rival em cima. Os espaços, assim, foram encurtados deixando o Coelho encurralado. Com isso, as bolas foram recuperadas de maneira mais rápida. O resultado foi que, em apenas dez minutos, o Leão já havia finalizado três vezes, sendo duas dos pés de Hernane Brocador. A exceção a esse cenário, vale notar, foi Ferreira. Abaixo dos demais, o volante se mostrou displicente, chegando a perder duas bolas fáceis no meio-campo.

Com o controle, o Sport tentou explorar as laterais com Marlone pela  direita e Morato, a única mudança na escalação por causa da suspensão de Rogério, caindo pela esquerda. Mas, o Rubro-negro também teve certa dificuldade para destravar o ferrolho do Coelho. No entanto, seguiu senhor das ações do jogo e ficou muito perto de abrir o placar aos 31 minutos com mais uma chance de Hernane Brocador. Dessa vez, uma cabeçada defendida por João Ricardo.

No sistema defensivo, o Rubro-negro ainda começou a apresentar outro aspecto trabalhado por Eduardo Baptista mesmo com pouco tempo de retorno. Com as duas linhas de quatro atletas cada, a equipe forçou o América-MG a jogar pelas laterais e acabou dificultando a atuação do rival. Tanto que o único lance de relativo perigo na etapa inicial foi um chute de Marquinhos, aos 18. 

Segundo tempo

Na volta do intervalo, o Sport também parecia intenso. Logo aos 50 segundos, chegou a acertar a trave com Gabriel. No entanto, tudo mudou drasticamente. Um minuto depois, a equipe falhou na marcação em uma cobrança de escanteio. Nela, após defesa de Magrão, a bola sobrou para Luan, que só fez completar para o gol.
Aos 22 minutos, um novo golpe em nova falha de marcação. Quatro jogadores do Sport assistiram Luan dar um belo passe a Rafael Moura, que chutou na saída de Magrão. O placar ampliado resultou na estratégia bem aplicada do Coelho de se fechar bem e apostar em saída rápidas. Ao Rubro-negro, as falharam voltaram com erros constantes de passe e falta de criatividade na linha ofensiva. Nem mesmo as mudanças realizadas com entradas de Michel Bastos e Rafael Marques mudaram o fim do enredo que leva a torcida ao desespero.

Ficha do jogo 

 

Sport 0

Magrão; Cláudio Winck, Ronaldo Alves, Ernando e Sander; Deivid, Ferreira (Fellipe Bastos, intervalo), Marlone (Rafael Marques, 27min do 2ºT), Gabriel e Morato (Michel Bastos, 11min do 2ºT); Hernane Brocador. Técnico: Eduardo Baptista

América-MG 2

João Ricardo; Juninho, Messias, Matheus Ferraz e Giovanni; Leandro Donizete, Wesley (Zé Ricardo, 40min do 2ºT), Gerson Magrão e Ruy (Rafel Moura, aos 28min do 1ºT); Marquinhos e Luan (David, 34min do 2ºT). Técnico: Adilson Batista
Local: Ilha do Retiro
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (Fifa/BA) e Elicarlos Franco de Oliveira (BA)
Gols: Luan (1min do 2ºT), Rafael Moura (22min do 2ºT)
Cartões amarelos:  Cláudio Winck, Sander (S); Messias, Luan (A)
Público: 16.425 pessoas
Renda: R$ 112.505,00
TODOS OS COMENTÁRIOS (0)



Login pelo facebook
Postar
 
Artesanato
Artes de Pernambuco
artesanato
Copyright © 2018 Palmaresfest - todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Rodrigo TI
Copyright © 2018 Palmaresfest - todos os direitos reservados.
Desenvolvido por Rodrigo TI