Alonso elogia atuação, mas ironiza quarto lugar da Toro Rosso no Bahrein Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit. Quis, neque soluta

Postado em 10 de Abril de 2018

Andrej Isakovic/AFPFernando Alonso dá uma cutucada na Toro Rosso, apesar do quarto lugar no GP do Bahrein
A temporada de 2018 da Fórmula 1 começou com dúvidas para McLaren e Toro Rosso quanto a seus motores. A equipe inglesa trocou sua fornecedora e agora tem a Renault como parceira, enquanto a filial da Red Bull usa motor Honda – justamente a antiga parceira da McLaren nos últimos três anos.

Por enquanto, o melhor resultado da McLaren foi o quinto lugar de Fernando Alonso no primeiro Grande Prêmio do ano, na Austrália. Já a STR conquistou uma quarta colocação com Pierre Gasly, seu melhor resultado na Fórmula 1, no GP do Bahrein, o segundo da temporada. Perguntado sobre a posição da Toro Rosso com o motor Honda, Fernando Alonso, que sofreu com a peça japonesa, elogiou a escuderia, mas ironizou o caso.

“Eles foram ótimos, mas ninguém me perguntou sobre a Toro Rosso no GP da Austrália”, cutucou o espanhol em entrevista à pela TV britânica BBC. “Se as perguntas sobre a Toro Rosso se tornarem comum, espero que sejam comuns em todas as 21 corridas, porque o campeonato tem 21 corridas”, completou. No GP da Austrália, Brendon Hartley foi 15º e Gasly abandonou com problemas mecânicos.

Mesmo assim, Alonso teve um resultado positivo no Bahrein. O espanhol cruzou a linha de chegada em sétimo e assumiu a quarta posição do Mundial de Pilotos. “Tivemos outra grande corrida, com a equipe fazendo um bom trabalho nos pit-stops, na estratégia e na confiabilidade. Todo mundo foi perfeito hoje e ficamos com dois carros nos pontos. Fomos bem na largada, passando alguns carros. A gente esperava um pouco mais por ter pneus mais novos do que os outros, mas tivemos ritmo para manter nossa posição na parte da frente do trem”, concluiu o bi-campeão.
© 2018 Palmares Fest. Todos os direitos reservados